sexta-feira, 1 de fevereiro de 2013

Intensivistas (anjos da guarda da vida) contam como foram os primeiros dias de atendimento às vítimas de Santa Maria


Na madrugada de domingo (27.1), a Boate Kiss, localizada na cidade gaúcha de Santa Maria, pegou fogo por volta das 2h30. O número de vítimas ainda era desconhecido, mas já se sabia que eram muitos feridos e mortos. O Corpo de Bombeiros da Cidade e o SAMU logo se dirigiram ao local. Os primeiros números divulgados pela imprensa eram de 231 mortos e 49 feridos. 
Mas esse número foi aumentando ao longo do dia e da semana, principalmente o de feridos. A Força Nacional – SUS iniciou seu trabalho para atender as vítimas. O Governo Federal, Estadual e Municipais se uniram para planejar a logística desse atendimento.